segunda-feira, dezembro 26, 2016

Israel e o jumento.

Que aspectos são dignos de fazer um jumento carregar sobre si um valioso leque de significados referentes às profecias bíblicas? A Bíblia é o livro dos mistérios, Deus os usa como um mecanismo didático para ensinar suas vontades e seu poder. Ela descreve como é esse animal, como ele age e reage, e, algumas vezes é símbolo incontestável do seu povo: Israel. O JUMENTO NA HISTÓRIA BÍBLICA Historicamente, ele faz parte do grupo de animais impuros na lei, pois tem o casco fendido (Lv 11.3), além do mais, precisa ser resgatado com sacrifício, caso contrário,será amaldiçoado. Aparece fornecendo apenas a sua queixada para que mil filisteus fossem feridos e mortos (Jz 15:15). Segundo o escritor de Jó, o animal é zombador, pois ri-se do tumulto da cidade (9: 5-8). Ainda em Jó, é considerado teimoso, por que...não ouve os muitos gritos do arrieiro (39:7). O Jumento é um animal de vida inquieta, ele se difere dos demais pelo fato de ser sempre procurador de grama verde (Jó 39:8). Esse fator nos faz lembrar os muitos anos que Israel perdeu no deserto à procura de algo que aliviasse suas ansiedades. Na terra prometida eles encontraram finalmente o pasto verdejante que tanto precisavam e que Deus o prometera (Sl 23). A vida de todos nós aparece comumente ligada a essas características. As escrituras afirmam que todos os homens são impuros, em alguns instantes teimosos, desobedientes, em estado de maldição. Nosso mundo está cheio de escárnios, falsificações, as pessoas nunca estão quietas, nunca se conformam com as coisas que têm etc. Já no final da vida, Jacó abençoou todas as tribos. Sua profecia envolvia um domínio único para a tribo de Judá (Gn 49:10) na continuação, ele contemplou o reino de paz do Messias (v.11). Aqui, mais uma vez o jumento entra para compor um momento profético. Vale lembrar ainda que quinze séculos de Jesus entrar em Jerusalém, o Senhor falou que Israel deveria fazer o resgate de todos os primogênitos, consagrando-os ao Senhor. O primogênito dos puros tinha de ser resgatados com dinheiro ou ser vendidos. Com isso, Deus queria que todo filho primogênito judeu viesse a lhe pertencer. Um primogênito humano podia ser resgatado pelo sacrifício de um cordeiro. O interessante é que esse procedimento valia para os jumentos (Ex 13:12-13). Em Mt 21:2 o mestre dá uma ordem, é importante lermos e prestarmos atenção na escritura; pois ao se referir a Jesus, João batista diz: “ Eis o cordeiro de Deus que tira o pecado do Mundo” (Jo 1:29). Em seguida exclamou: “Eis o cordeiro de Deus” (Jo 1:36). Por via de regra, o mestre veio em primeiro lugar para o povo de Israel, para o filho primogênito de Deus, pois Ele mesmo disse: “Não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel (Mt 15:24). O Salvador veio a Jerusalém na semana da páscoa como um cordeiro exatamente como foi no Egito com Israel. Ao se dirigir aos discípulos, ele ordena: “Desamarrem o jumento”. Em linguagem simbólica, Ele diz: “Desamarrem, traga-o e eu dou o meu sangue por Israel. O lamento é que Israel foi confundido e deixou passar sua libertação, pois a profecia de Jacó era: “até que venha Siló, o Messias”. Eles perderam uma grande oportunidade de Salvação. A linguagem bíblica merece um detalhado olhar. A jumenta representa o Israel velho e pecaminoso, com suas teimosias, pecados; mas havia uma coisa interessante: essa jumenta possuía a capacidade de procriação, ou seja, havia uma possibilidade de gerar algo novo!!! O jumento novo representava a nova história que Deus escreveria para Israel se este se voltasse para ele com atitudes fiéis a sua santidade. As vestes postas sobre ambas figuravam o acolhimento de Deus sobre seu povo. O zelo de Deus era representado ali pelo manto da graça, o sentar de Jesus em ambos, tipifica o domínio de Jeová sobre seu povo de forma constante e fidedigna. Que não precisemos chegar a posição de jumento pra Deus ter misericórdia!!!

Um comentário:

  1. Isso aconteceu para se cumprir o que foi dito pelo profeta (Mt15:4). Se vocês ficam unidos e minhas palavras permanecem em vocês,peçam o que quiserem e será concedido a vocês. A glória de meu Pai se manifesta quando vocês dão muitos frutos e se tornam meus discípulos. (João15:7-8)

    ResponderExcluir

Postagens populares